Os benefícios da implementação da LGPD

Os benefícios da implementação da LGPD

Não é novidade que a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais entrou em vigor recentemente, a partir da conversão da medida provisória n° 959/20 na lei n° 14.058/20.

É desnecessário possuir alguma formação na área da ciência da tecnologia ou da ciência jurídica para compreender a suma importância da compreensão da proteção dos dados pessoais, uma vez que as informações que possam nos identificar servem como estatísticas políticas, econômicas e sociais não apenas para órgãos governamentais, mas também para empresas da iniciativa privada. Em outras palavras: nossos dados valem muito, inclusive dinheiro.

"Vale destacar algumas vantagens da implementação da LGPD, como o apreço por parte dos clientes, e o fortalecimento das relações comerciais em virtude da responsabilidade solidária, ao passo que a empresa poderá fechar mais contratos" 
Para tanto, visando coibir tais práticas comerciais e dar uma finalidade para o tratamento dos dados com o prévio consentimento do titular, se fez necessário uma normativa sobre o assunto.

A LGPD em vigor trouxe uma excelente oportunidade principalmente para o setor empresarial, tendo em vista o grande fluxo de capital no comércio eletrônico em virtude da Covid-19. Ou seja, o empresa tem a chance de fidelizar os clientes por meio da proteção dos dados deles, bem como proteger o seu negócio de futuras sanções administrativas ou judiciais por algum descumprimento da lei. A seguir, vale destacar algumas vantagens para a implementação da lei:

Primeiramente, trata-se de uma obrigação legal que deve ser respeitada;
A melhora da reputação e imagem da empresa no mercado;
O destaque em relação à concorrência;
Mais credibilidade no mercado pela conscientização da proteção dos dados pessoais;
O apreço por parte dos clientes e parceiros comerciais;
O fortalecimento das relações comerciais em virtude da responsabilidade solidária, ao passo que a empresa poderá fechar mais contratos;

Desse modo, a adequação da LGPD poderá evitar os seguintes riscos:

Multas;
Deixar o empreendimento vulnerável;
Publicidade da Infração cometida após apuração e constatação;
Suspensão do banco de dados pelo prazo de seis meses, e proibição parcial ou total do exercício relacionado ao tratamento dos dados;
Má reputação da empresa no mercado;
Recebimento de processos administrativos e judiciais.

Logo, diante dos motivos acima referendados a adequação à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais é mais uma chance que o empresariado brasileiro tem de expandir e proteger o seu negócio e, acima de tudo, demonstrar o respeito aos dados pessoais daqueles que deram preferência a esse empreendimento, na hora de buscar produtos e serviços.

  • 15/03/2021

Áreas de Atuação

5000 +

Direito Empresarial

4650 +

Direito Cível e Direito da Família

245 +

Direito Imobiliário e Fundiário

648 +

Direito Trabalhista (patronal)

Blog

Confira as notícias e artigos de VIEIRA & LIMA ADVOCACIA em nosso blog

Localização

Agende um atendimento na VIEIRA & LIMA ADVOCACIA, confira nossa localização